segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

A Doença Vampirica

     
       Outra explicação para o surgimento dos vampiros que conhecemos hoje é o aparecimento de uma doença chamada Porfíria, existem descrições de pacientes com porfirias desde a idade media, mas ela só foi diagnosticada como doença por volta de 1870, esta doença é uma anomalia no sangue que envolve o heme e proteínas do sangue. Dentre os sintomas desta doença podemos destacar:

  • Palidez da pele, que fica extremamente sensível a luz, alguns doentes não podem ter a menor exposição a luz sem que hajam danos sérios.
  • Desgaste e deformidade nos dentes, podendo deixá-los pontiagudos.
  • Crescimento de pêlos em locais incomuns e em abundancia (também relacionado a lendas sobre lobisomens)
  • Em algum momento há relatos de ingestão de sangue por parte dos doentes, que se beneficiariam da ingestão de enzimas produtoras de heme.

      Alguma semelhança entre os sintomas e vários aspectos da lenda? Acredita-se também que o clérigo e juízes tenham condenado muitos doentes por vampirismo, quando a doença não tinha um diagnostico reconhecido.

      Daqui pra frente bastou alguns escritores e filmes Hollywoodianos para concretizar a lenda, e criar os mitos sobre a aparência e os hábitos dos vampiros, bem como as formas de acabar com eles.

Um comentário:

marcele disse...

minha historia de vampiro começa numa tarde de agosto nao lempro a data mas eu estava no espelho quando me deparei com meu dente muito grande bom axei muito normal entam iguinorrei completamente mas no dia seguite eu pesguisei e nao acredito que sou uma vampira mas a vida quis assim agora eu comtinuo vendo sopre vampiros na internet